Imprensa de Baixa Grande é barrada pela diretora Luzemira Araujo que utilizou do autoritarismo para a imprensa não divulgar evento do face

Fonte da Foto: Facebook

Quinta-feira 20/08/2015 por volta das 9h00 o dono do site www.coisasdojacuipe.com.br Társio Ribeiro foi até o colégio estadual José ribeiro pamponet pra fazer a cobertura do face e foi proibido de entrar.
A imprensa de Baixa Grande tem o enorme desprazer de informar a conduta desta diretora, essa matéria é um protesto contra a decisão da direção da escola, encabeçada pela diretora Luzemira Santana, que impediu da imprensa local que transmitisse ao vivo para rede mundial de computadores, ou seja, a internet o lindo evento cultural conhecido como face, a pergunta é o que tem a esconder que a imprensa não pode transmitir diretora?
Essa decisão arbitrária foi à gota d’água para os colegas da imprensa, que há muito reclamam do comportamento praticado pela direção da escola contra a imprensa, estudantes e funcionários, o que fica claro é que existe no colégio estadual José Ribeiro Pamponet uma gestão autoritária e, como também já ficou evidente, o bairrismo com a imprensa local. O que defendemos é uma escola pública de qualidade e sem qualquer tipo de opressão. Isso demonstra a fraqueza do ensino por que a escola todo ano em que os alunos vão realizar a prova do ENEM fica em péssima qualificação.
Essa é a democracia na qual vivemos. Esse é o tratamento que recebe um profissional e cidadão da comunidade. Será que estamos retrocedendo ao período sombrio da ditadura militar? A Lei de Diretrizes e Bases (LDB) e a Constituição Federal são desrespeitadas aberta e escandalosamente, tudo em nome da manutenção da ordem hierárquica e opressora, e o pior é que ninguém faz nada e todos seguem agindo tranquilamente, como se não fôssemos livres para pensar, opinar e reivindicar nossos direitos perante as autoridades públicas. Até quando vamos ficar levando “tapas na cara”, sem fazer nada?
Saudosismo ingênuo que é fruto de um período de opressão ideológica e física, e que eles não perceberam, porque a mídia era e é censurada, sendo impossibilitada de mostrar os problemas de uma escola com ensino falido por que possui uma pessoa totalmente despreparada que talvez esteja até os dias de hoje neste cargo por motivação política a causa desta diretora é ser contra quem ousava pensar e se manifestar.


Tradicional Bába de Jarinho da Pinha


Jarinho do novo sítio um amante do futebol sempre está inserido nas principais atividades futebolísticas da cidade de Baixa Grande. O Povoado do novo sitio é uma das molas propulsora do futebol municipal.

E todo ano eles se reúnem para o tradicional bába de Jarinho da pinha, tudo não passa de pura diversão todos que participa do efento de jarinho da pinha elogia a organização e gestos de amizade que o povoado acolhe seus convidados.    

Nesse ano os trabalhadores rurais não tem o que reclamar é só agradecer

Nesse ano os trabalhadores rurais não tem o que reclamar é só agradecer por um belo ano de de plantio e boas safras. Originário da América Latina, o milho é uma das gramíneas mais cultivadas, porque produz grãos de elevado valor nutritivo, é muito empregada na alimentação humana e principalmente, na dos animais. Como elemento integrante das rações balanceadas, é um dos fatores mais importantes na produção de carne, leite, ovos, além de outros alimentos de origem animal.
O feijoeiro é uma espécie de planta que, geralmente, possui grande capacidade de compensação, ou seja, ocupar os espaços vazios numa área em que o número de plantas estabelecido é menor que o recomendado. Esta compensação das falhas, entretanto, pode ser maior ou menor, dependendo das características da cultivar.

Una: Escola abandonada convive com mato e lixo acumulado

Uma escola abandonada e com mato por toda parte. Esse é o retrato de um colégio localizado no povoado de Outeiro, município de Una, no Litoral Sul do estado. A escola foi construída no final de 2012 para ensino profissionalizante com verba do governo do estado, mas não até hoje não funciona. Um vídeo feito pelo site Una News mostra as dependências do colégio. A própria locomoção dentro do espaço é dificultada pelo volume de mato. Além disso, portas estão escancaradas e danificadas, o lixo se acumula e a fiação fica exposta. O espaço também é vítima do ataque de vândalos.

Valter e Vanda a importância da iniciativa

_

Terça-feira 11/08/2015 por volta 10h00 o site coisa do Jacuípe do blogueiro Tarcio Ribeiro entrevistou o idealizadores do projeto cidade linda.
O trabalho voluntário nada mais é do que a prestação de serviço sem a intenção de lucro, ou seja, uma pessoa que se propõe a trabalhar em uma causa sem receber nenhuma remuneração em troca, mas quando falamos em não receber nenhuma remuneração, falamos em não receber dinheiro em espécie, pois o pagamento do trabalho voluntário é maior que qualquer salário
O casal Valter e Vanda mostrando a população baixa-grandense com tão poucos matérias pode deixar uma praça muito linda. Valter é mecânico e na sua oficina tinha muitos pneus velhos e juto com sua esposa teve uma ideia de utilizar os pneus velho; veja como ficou lindo.

03 cavalgada e argolinha do parque Carmerino Nere de Souza 09 de agosto de 2015

Domingo 09/08/2015 por volta das 8h00 na fazenda fortaleza de Zé Ribeiro e Judite na cidade de Baixa grande aconteceu a missa dos vaqueiros e em seguida desfile com mais de 600 vaqueiro e amazonas até o parque Carmerino Nere de Souza
Os objetivos dos eventos paralelos foram fortalecer o espírito campeiro, agregar os amantes da prática de cavalgadas e integrar os cavaleiros com outros desportistas. Aliada a isto, a idéia é divulgar os atrativos e cultural, históricos e naturais de nossa região. Utilizando sempre como base os costumes e valores cultura da terra.

Japão lembra os 70 anos do ataque nuclear contra Nagasaki

O Japão marca neste domingo a data de 70 anos do ataque com uma bomba atômica contra a cidade de Nagasaki, em uma cerimônia com a presença do primeiro-ministro Shinzo Abe e de autoridades de dezenas de países. Os sinos soaram às 11h02 (hora local), o momento da explosão da bomba na cidade do sul japonês em 9 de agosto de 1945. Cerca de 70 mil pessoas morreram. A delegação dos EUA incluía Rose Gottemoeller, subsecretária de Estado para o controle de armas. Ela também participou de uma cerimônia em Hiroshima três dias antes, para marcar os 70 anos do ataque nuclear contra essa cidade. Abe disse neste domingo que o Japão continuará a pressionar por um mundo sem armas nucleares e reafirmou que o país não possuirá armas nucleares nem permitirá que elas sejam introduzidas em seu território. O premiê havia sido criticado por alguns por não lembrar esses princípios em seu discurso em Hiroshima. O prefeito de Nagasaki, Tomihisa Taue, foi aplaudido por criticar veladamente o fato de que Abe está trabalhando para expandir a presença militar japonesa no exterior. O prefeito disse que os japoneses se sentem "desconfortáveis" com o fato de que o compromisso do país com o pacifismo pode estar perdendo vigor. Abe não falou sobre esse tema em seu discurso. Segundo ele, é necessário que o Japão trabalhe de maneira mais próxima dos EUA, para responder às crescentes ameaças de segurança no leste asiático. Na sexta-feira, Abe deve divulgar um comunicado marcando os 70 anos do fim da Segunda Guerra no Japão, em 15 de agosto de 1945. Auxiliares disseram que ele enfatizará o compromisso japonês com uma democracia próspera e pacífica nos anos depois do conflito. No comunicado da sexta-feira, o premiê deve seguir o exemplo de sua fala no Congresso dos EUA em abril, quando ele lamentou ações japonesas no contexto da guerra, mas evitou a palavra "desculpa".

Deputado nega saída do PR da base do governo Dilma

O deputado federal João Carlos Bacelar (PR) disse desconhecer o boato de saída do partido da base de apoio à presidente Dilma Rousseff (PT). De acordo com o parlamentar, o partido “fechou questão” sobre as pautas bombas e a notícias não foi bem recebida pelo governo e nem pelo ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues (PR). “Vamos ter uma reunião com o partido, mas desconheço esse boato de deixar o governo”, despistou. O boato surgiu nas redes sociais depois do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB), por meio de sua conta no Twitter, dizer que “tão dizendo” sobre o rompimento em Brasília. Esta semana, em mais um desdobramento da crise governista no Congresso, o PDT, partido que há anos ocupa o Ministério do Trabalho, e o PTB anunciaram que irão desembarcar da base aliada na Câmara dos Deputados.

Plenário pode votar redução da maioridade penal nesta quarta

O segundo turno das propostas de emenda à Constituição (PEC) da maioridade penal e da reforma política, com a discussão sobre financiamento de campanha, são os principais temas do Plenário da Câmara dos Deputados a partir desta terça-feira (4). De acordo com a Agência Câmara Notícias, os deputados também poderão votar o projeto de lei de correção do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pela poupança; e os destaques à PEC que vincula o salário de categorias da União, dos estados e dos municípios a 90,25% do subsídio dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Embora as propostas de emenda à Constituição possam ser votadas em sessões extraordinárias, a pauta da sessão ordinária está trancada por um projeto do Poder Executivo sobre combate ao terrorismo (PL 2016/15). Aprovada em primeiro turno no início de julho, com 323 votos favoráveis e 155 contrários, a PEC 171/93 reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos nos casos de crimes hediondos – como estupro e latrocínio – e também para homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte. Esse texto é mais brando que o rejeitado um dia antes por não ter atingido número suficiente de votos. A matéria, uma emenda apresentada pelos deputados Rogério Rosso (PSD-DF) e Andre Moura (PSC-SE), excluiu da proposta inicialmente rejeitada os crimes de tráfico de drogas, tortura, terrorismo, lesão corporal grave e roubo qualificado. Pela emenda aprovada, os jovens de 16 e 17 anos deverão cumprir a pena em estabelecimento separado dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas e dos maiores de 18 anos. A aprovação provocou polêmica em primeiro turno devido à votação de um texto que continha partes do anteriormente rejeitado.

Senado economiza no primeiro semestre R$ 6 milhões com contratos de serviços

Dados do levantamento feito pelo Escritório Corporativo de Governança e Gestão Estratégica (Egov) mostram que, no primeiro semestre deste ano, as economias de custeio no Senado chegaram a R$ 6 milhões. Somente com atualizações de licenças de software houve uma redução de custos de R$ 2 milhões. Segundo José Henrique de Oliveira Varanda, gestor-assistente do Egov, esses contratos garantem o funcionamento de todas as áreas da Casa. Diferentemente dos gastos com investimento, que estão relacionados com novas ações, o custeio tem a responsabilidade “de manter a máquina rodando”. “No primeiro semestre, houve uma redução importante devido a um processo licitatório concorrencial bem acirrado. Nós fazemos o projeto básico e o termo de referência, de forma a adequar à realidade do Senado. No caso da tradução simultânea, teve uma redução necessária para a Comissão de Relações Exteriores. Então, esse contrato foi reduzido em pelo menos 50%”, explicou Varanda, de acordo com a Agência Senado. A compilação das informações que compõem o relatório não foi uma tarefa fácil. De acordo com Varanda, foi preciso reunir os contratos atuais, licitados em 2015, e, em seguida, fazer um mapeamento dos anteriores. A premissa foi buscar o melhor aproveitamento dos recursos, tentando compilar as necessidades em um único processo licitatório com um quantitativo maior. Outra economia expressiva, indica o gestor-assistente, foi a de R$ 1,4 milhão em contrato de mão de obra. Nesse caso, houve um aumento de 21% no quantitativo de profissionais por postos de trabalho.

Flica acontece de 14 a 18 de outubro e governo quer ampliação com ‘legado’ para Recôncavo

Em processo de ampliação, a Festa Literária de Cachoeira (Flica) tem sido tratada como prioridade pelo governo do estado. A quinta edição do evento – que acontece este ano – será realizada entre os dias 14 e 18 de outubro, na cidade de Cachoeira, na Bahia. A administração estadual quer estruturar o evento para que, em alguns anos, ele seja do mesmo porte que a Festa Literária Internacional de Paraty (Flip). A reestruturação começará pela edição deste ano. O governo quer deixar uma espécie de legado para o Recôncavo da Bahia, através de obras de requalificação turística da região – com a construção de hotéis, pousadas, bares e restaurantes. A intenção, de acordo com fontes do Palácio de Ondina, é envolver a comunidade local na produção da festa. A integração deve ocorrer também a partir da apresentação de filarmônica. Os organizadores não confirmam, mas há a especulação de que o autor homenageado será Antônio Torres, recentemente imortalizado na Academia Brasileira de Letras (ABL) – ocupando a cadeira de número 23, que já pertenceu a Machado de Assis.

Correria: deputados fazem caminhada matinal em Salvador

Em pleno domingo de Dia dos Pais (9), três deputados estaduais da Bahia mostraram disposição para perder a barriguinha saliente. Um leitor do Bahia Notícias flagrou o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (PDT), acompanhado dos deputados Pedro Tavares (PMDB) e Adolfo Menezes (PSD) em caminhada matinal na orla de Salvador. O grupo de cooper, ao que parece, é recente. No entanto, pela silhueta dos parlamentares baianos, muita gente deveria se juntar ao grupo.

Vitória da Conquista: PRB articula candidatura própria em 2016

O PRB pretende lançar candidato próprio para as eleições de 2016 em Vitória da Conquista, no sul da Bahia. “Estaremos com uma chapa forte para que elegemos pelo menos três vereadores na Câmara Municipal de Vitória da Conquista”, afirmou o vereador Sidney Benedito, ao Blog do Anderson.  Ainda de acordo com o Sidney, que é pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, o PRB aguarda a oficialização das pré-candidaturas para que seja anunciado alianças com a chapa à sucessão do prefeito Guilherme Menezes de Andrade.

Caixa eletrônico do Bradesco é explodido em Teolândia

Um caixa eletrônico do banco Bradesco foi explodido por bandidos na madrugada deste domingo (9), no município de Teolândia, no baixo sul baiano. Segundo o site Voz da Bahia, o terminal sofreu outro ataque em janeiro deste ano quando oito homens detonaram explosivos e destruíram o local. O carro utilizado na ação deste fim de semana, um Fiat Punto, foi abandonado na praça da cidade. A polícia ainda não prendeu nenhum suspeito do assalto.

Conde recebe unidade avançada do Detran em comemoração de 80 anos de emancipação

O município de Conde, no Litoral Norte da Bahia, recebeu a inauguração da 2ª Regional de Trânsito (Retran) e de uma nova sinalização de trânsito em meio às comemorações dos 80 anos de emancipação política da cidade. "Conde possui cerca de 2,5 mil veículos cadastrados, número significativo para uma cidade de 26 mil habitantes. Por isso, resolvemos instalar a unidade avançada do Detran, que terá capacidade de atender, em média, 400 pessoas por mês", explicou Mônica Castro, coordenadora de Descentralizadas do Detran. Durante uma das ações educativas em uma praia da região, uma colisão entre um carro e uma motocicleta mobilizou a equipe do órgão. De acordo com o Detran, Givaldino Vidal dos Santos, 37, dirigia um carro que bateu de frente com a motociclista Anterlúsia Santos, 40, que sofreu fraturas expostas e foi encaminhada ao hospital do município. O motorista foi levado para a delegacia e, por ter sinais de embriaguez e dirigir sem carteira de motorista, pode responder por crime de trânsito.

Um dia após a morte de Playboy, policiamento é reforçado na Pedreira

O Comando de Operações Especiais da PM está nos acessos e no interior do conjunto de favelas da Pedreira desde as primeiras horas deste domingo (9). O reforço ocorre um dia após a morte do traficante Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy, dentro da comunidade. A PM anunciou que a comunidade seria ocupada por tempo indeterminado.

Além do 41º BPM (Irajá), reforçam o policiamento o Batalhão de Operações Especiais (Bope), o Batalhão de Choque ( BPChoque), o Batalhão de Ações com Cães (Bac) e o Grupamento Aeromóvel (GAM). O patrulhamento está intensificado com ronda de viaturas.

Em abril, o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, anunciou que a PM ocuparia os morros do Chapadão e da Pedreira. Na época, no entanto, não havia um cronograma para que isso acontecesse.
O Comandante do 41°BPM, Tenente Coronel Marcos Netto informou que policiais estão no local para "garantir a segurança dos moradores da região". De acordo com policiais que atuam na região, o clima era tranquilo no início da tarde deste domingo.

O enterro de Playboy será realizado na tarde deste domingo, no cemitério do Catumbi, na Zona Norte do Rio. O corpo dele deixou o Instituto Médico Legal às 12h05. Os familiares sairam com o rosto coberto e sem falar com a imprensa.

Fonte Nova recebe feirão de automóveis com brindes para pais

A Arena Fonte Nova recebe, neste domingo (9), o Feirão do Automóvel. “É um evento de atrativo para a família, gratuito, com parque infantil, acesso aos espaços da Arena, exposição de veículos que a gente não vê no dia a dia e também é bom para quem quer vender ou comprar veículos ou contratar um de nossos parceiros em um local diferenciado”, explica a empresária Marcella Bandeira, responsável pelo evento, que deve se repetir até o final deste ano, sempre aos domingos. Na edição especial do Dia dos Pais, os organizadores vão sortear brindes, como revitalização de pintura automobilística, sensor de estacionamento e ingressos para eventos. Além dos expositores individuais, que pagam uma taxa de R$ 15 (moto) ou R$ 30 (carro), o evento conta com 12 empresas de venda de veículos, além de seguradoras e consórcios.  A abertura da exposição é sempre às 7h e segue até as 13h, pelo acesso do estacionamento da Ladeira da Fonte das Pedras.

Sesab realiza inspeção surpresa nas unidades de emergência e hospitais de Salvador

Com o objetivo de verificar as condições de atendimento da população nas unidades de saúde do Estado, bem como fiscalizar o cumprimento das escalas dos profissionais e aferir o bom funcionamento dos equipamentos de imagem, o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, iniciou neste sábado (8) uma série de inspeções na capital baiana. Ao visitar as unidades de emergência do São Caetano e Pirajá, o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), além da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Cabula, o secretário identificou que 30 pacientes permaneciam internados, mas com recomendação de alta, aguardando apenas a realização de um exame de ressonância magnética. "A solução definitiva é acelerar o processo de implantação dos equipamentos da Parceria Público-Privada (PPP) de Imagem nos hospitais da capital e interior. Teremos equipamentos novos de raio-x, mamógrafo, tomógrafo e ressonância", afirma Vilas-Boas, que destacou ainda algumas unidades a serem contempladas. "Em Salvador, o parque de imagem será atualizado nos hospitais Roberto Santos, Geral do Estado, Ernesto Simões, Octávio Mangabeira, além do Centro Estadual de Oncologia", pontua. Identificou-se também a necessidade de maior interação entre a UPA do Cabula e o HGRS. "Nos casos de pacientes pé-diabéticos, por vezes, basta a avaliação de um médico vascular munido com doppler para que haja o encaminhamento imediato para cirurgia ou recomendação de alta a fim de que aguarde o agendamento da cirurgia em casa", ressalta o titular da Pasta da Saúde, que lembra ainda da vantagem de pequenos ajustes propiciarem o aumento do giro dos leitos. "Buscamos também que mais pacientes sejam atendidos", afirma Vilas-Boas. As inspeções sem comunicação prévia as unidades serão uma rotina, podendo ocorrer qualquer dia da semana.

Irmão de Dirceu admite elo com lobista

Luiz Eduardo Oliveira e Silva, irmão do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, declarou à Polícia Federal que recebeu "pagamentos mensais de R$ 30 mil em espécie" do lobista Milton Pascowitch, apontado como pagador de propinas na Diretoria de Serviços da Petrobras - cota do PT na estatal. Os repasses, segundo Luiz Eduardo, ocorreram entre 2012 e 2013. O irmão de Dirceu afirmou, porém, que "não solicitou quaisquer valores a Milton Pascowitch". Ele disse que o lobista "começou a pagá-lo de forma espontânea, a título de ajuda para despesas variadas". O pagamento mensal para o irmão de Dirceu foi um dos motivos que levaram o juiz federal Sérgio Moro a decretar nesta sexta-feira (7) a prorrogação da prisão temporária de Luiz Eduardo por mais cinco dias - ele foi preso na segunda-feira, mesmo dia da prisão do ex-ministro. Luiz Eduardo declarou ter ficado "incomodado com a justificativa" de Pascowitch e, por isso, teria indagado o lobista sobre como seriam quitados aqueles valores. Pascowitch teria dito ao irmão de Dirceu que "a pendência seria resolvida posteriormente". Pascowitch também foi preso na Lava Jato e fez delação premiada. Revelou a rotina de pagamentos de propinas de empreiteiras para a empresa de Dirceu, a JD Assessoria e Consultoria. A Polícia Federal suspeita que a empresa foi criada para captar recursos ilícitos de empreiteiras supostamente favorecidas por ele em contratos bilionários na Petrobras. Em troca da delação, Pascowitch ganhou prisão domiciliar. O irmão do ex-ministro afirmou não saber se Dirceu solicitara que os valores fossem repassados por Pascowitch a ele. Disse ainda que em 2013, pediu ao lobista "que cessasse os pagamentos, ainda mais pelo fato de que seu irmão havia sido preso" - naquele ano, Dirceu foi preso após ser condenado no mensalão.

Ministro da Educação se aproxima de Wagner para buscar força política, diz coluna

Considerado frágil, politicamente, o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, tem montado sua articulação política pessoal. De acordo com a coluna Radar On Line, da Veja, o ministro, agora, está próximo do ministro da Defesa, Jaques Wagner. Wagner - ex-governador da Bahia - é amigo pessoal do ex-presidente Lula e próximo à presidente Dilma. Esta aproximação, de acordo com a publicação, é um contraponto ao poderoso Luiz Cláudio Costa, o secretário-executivo que é homem de confiança de Aloizio Mercadante.

Empresário de Jacobina morre em acidente de carro na BR-324

O empresário Guionaldo Oliveira morreu na tarde deste sábado (8), por volta das 17h, depois de sofrer um grave acidente de carro na BR-324, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Estadual. De acordo com o site Augusto Urgente, Guionaldo perdeu o controle da direção e o carro capotou. O empresário era dono das empresas G Projetos e Imobiliária Payayá e voltava de uma visita a um amigo em Caatinga do Moura. No caminho para Jacobina, onde morava, sofreu o acidente. Segundo a publicação, Guionaldo não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Governo inicia obras de contenção de encostas em Marechal Rondon

O governador Rui Costa assina, nesta segunda-feira (10), a ordem de serviço que autoriza o início de obras de contenção de encostas na Rua Lígia Maria, no bairro de Marechal Rondon, no Subúrbio Ferroviário de Salvador. Serão investidos, ao todo, R$ 3,84 milhões oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). As obras, que beneficiam os moradores da região, serão executadas pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder).

Dilma realiza nesta noite reunião ministerial no Alvorada

A presidente Dilma Rousseff realiza hoje à noite, no Palácio da Alvorada, uma reunião ministerial. O vice-presidente Michel Temer, que é o articulador político do Planalto, também deve participar, assim como o ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha (PMDB), e outros ministros do "núcleo duro" do PT . O encontro ministerial está previsto para começar às 19 horas. Tradicionalmente, reuniões como essa ocorrem às segundas-feiras, mas amanhã a presidente não estará em Brasília, pois cumprirá duas agendas no Maranhão. Às 11h30, Dilma participa de cerimônia de inauguração do terminal de grãos no Porto do Itaqui e, às 14 horas, entrega 2.020 unidades habitacionais do "Minha Casa, Minha Vida". Diante do agravamento da crise política, a reunião não poderia esperar e terá de ser realizada neste domingo (9), Dia dos Pais. Na última quinta-feira (6), Dilma se reuniu Michel Temer, Padilha e o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, para discutir a delicada relação com a Câmara dos Deputados, na qual o Planalto vem sofrendo sucessivas derrotas, inclusive em matérias relacionadas ao ajuste fiscal. Na semana passada, por exemplo, os deputados aprovaram as contas governamentais dos ex-presidentes Itamar Franco (1992), Fernando Henrique Cardoso (2002) e Luiz Inácio Lula da Silva (2006 e 2008), abrindo caminho rumo à apreciação das contas de 2014 do governo Dilma Rousseff, sobre as quais pesam as acusações das "pedaladas fiscais". As contas de Dilma, entretanto, ainda precisam passar pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Por ora, o governo aposta no Senado Federal para barrar o avanço das propostas negativas. O Planalto acredita que o perfil dos senadores - mais velhos, experientes e, em muitos casos, ex-governadores e gestores públicos - os torna mais sensíveis às consequências dessas matérias. Na noite da última quinta-feira, inclusive, Dilma pediu ajuda ao presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), para ajudar o Planalto a desarmar uma série de "bombas fiscais" em tramitação no Congresso Nacional.

Em final surpreendente, Inês e Beatriz podem terminar como casal em Babilônia

Polêmica em seu início, "Babilônia" também poderá ser polêmica até em seu fim. A novela, que apostou bastante em temas como a homossexualidade, poderá ter um final surpreendente, segundo informações do colunista Flávio Ricco. As inicialmente vilãs Inês e Beatriz poderão formar mais um casal homoafetivo e terminar juntas na trama de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga. Vale ressaltar que a quantidade de núcleos e cenas relacionadas ao tema foi apontada como o principal motivo para a baixa audiência da novela, que deve terminar com os piores índices da história do horário das nove da Globo, após sofrer uma espécie de boicote por parte de setores mais conservadores da sociedade. Diferente de outras telenovelas que abordaram o tema, logo no primeiro capítulo as personagens interpretadas por Fernanda Montenegro e Nathália Timberg protagonizaram um longo beijo, cena apontada como a responsável pelo início da trajetória infeliz de "Babilônia" na audiência.

Não vou polemizar com pessoas que estou investigando', diz Janot sobre Collor

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não quis falar sobre as acusações e xingamentos que recebeu do senador Fernando Collor (PTB-AL), nesta semana. "Não vou polemizar com pessoas que estou investigando. O que eu posso dizer é que há algum tempo que não advogo, mas continuo inscrito na OAB. E também não vou comentar nem sobre esse fato e nem contra a honra da minha mãe", falou. Ele também defendeu a delação premiada nas investigações de corrupção. "Não gosto da carga do nome delator, então prefiro chamar de colaborador. Ele não é um caguete, um X9, que fala mal do outro e sai bem na história. Ele também é condenado. A colaboração premiada não serve de prova, mas te dá todas as circunstâncias para o caminho da prova", declarou. Segundo ele, a colaboração premiada não é totalitária e não pode ser banalizada. "Vamos insistir nesse instrumento que é poderoso, republicano, democrático, espontâneo e deu certo em países como Inglaterra, França, Estados Unidos, Portugal. Com ele, diminuímos as tentativas e os erros", ressaltou. O procurador disse que hoje o acordo para quem faz colaboração premiada é pena, em termos de regime de cumprimento. "Antes fazíamos acordo de redução de pena", explicou. Janot também se declarou contra a redução da maioridade penal. "Acho contrassenso. Estamos na contramão da história, porque não será feito nada em segurança pública, devido à solução que vai estar dada", disse. Sobre a Operação Lava Jato, o procurador apenas comentou que até o momento há R$ 6 bilhões repatriados e/ou bloqueados em instituições financeiras. "Na Operação Lava Jato, a Petrobras não é autora de crime. Ela é vítima da ação dessas pessoas", ressaltou. Ele ainda comentou que a atividade do Ministério Público não tem nada a ver com política, nem partido, "nem panelaço". "Fazemos investigação técnica. Não fazemos investigação escolhendo acusados. As instituições brasileiras estão maduras e agem e reagem de forma profissional. Elas estão fortalecidas e aí fortalece também a República", falou, descartando a tese de que haja golpe com as investigações das operações contra a corrupção. Janot se mostrou otimista com o Brasil. "Olha o tanto que a gente evoluiu. Não dá, por uma circunstância de momento, achar que é o fim do mundo. São nesses momentos que a sociedade tem que se reafirmar. E a prova está nas outras graves crises que a gente superou. Eu não saio daqui (do Brasil) por dinheiro nenhum", falou.

Em Salvador, procurador da Lava Jato lança campanha de combate à corrupção

Coordenador da força-tarefa do Ministério Público do Paraná que atua na Operação Lava Jato, o procurador Deltan Martinazzo Dallagnol esteve em Salvador nesta sexta-feira (7) para lançar a proposta do Ministério Público Federal (MPF) para o combate à corrupção e à impunidade. "Jamais tivemos uma sociedade tão sensível à corrupção e um volume tão grande de provas contra pessoas envolvidas com irregularidades", afirmou, de acordo com o jornal A Tarde. Segundo Dallagnol, o momento que o Brasil vive para implantar medidas anticorrupção é uma "janela de oportunidade", o que justifica a iniciativa do MPF, que recolhe 1,5 milhão de assinaturas para que as medidas sejam transformadas num projeto de lei de iniciativa popular a ser enviado ao Congresso Nacional para discussão e aprovação. Acompanhado por outro procurador da força-tarefa do Paraná, Roberson Pozzobom, Dallagnol ainda fez um breve balanço da Lava Jato, com um volume de R$ 870 milhões desviado sendo recuperado e 30 executivos condenados.

Família morre em acidente na BR-116, próximo a Itatim, quando ia para um velório

Um acidente no Km 516 da BR-116, próximo a Itatim, resultou na morte de quatro pessoas da mesma família nesta sexta-feira (7). Segundo a Polícia Rodoviária Federal de Milagres, Reginaldo Cardoso Macena, Marineide Cardoso Macena, Maria Cardoso Macena e Railton Cardoso de Almeida morreram após o carro em que estavam desviar de uma carreta prancha, que invadiu a pista para adentrar no estacionamento de um posto e colidir com um caminhão cegonha que vinha na contramão. De acordo com o Blog Marcos Frahm, os corpos das vítimas, que iam para um velório na cidade de Santa Teresinha, foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Feira de Santana.

Bancada do PMDB faz abaixo-assinado para que Temer deixe articulação do governo federal

Apesar do vice-presidente Michel Temer (PMDB) ter negado que tenha “pedido para sair” da articulação política do governo de Dilma Rousseff (PT), a ideia não foi completamente abandonada pelos seus correligionários. De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, parte da bancada da sigla na Câmara dos Deputados organizou um abaixo-assinado pedindo a sua “renúncia” ao cargo. Apesar de ela não ter ido à frente para não constranger Temer, a possibilidade deve ser rediscutida na reunião da bancada na próxima semana.

Passagem do VLT será mais cara do que a dos trens do subúrbio, diz secretário do governo

A passagem do VLT que substituirá o atual sistema de trens do Subúrbio Ferroviário será mais cara do que é cobrado atualmente, afirmou o secretário da Casa Civil da Bahia, Bruno Dauster. “A passagem atual é absolutamente inexequível para qualquer sistema de transporte. Não cobre nem o custo da vigilância”, afirmou, de acordo com o jornal A Tarde. De acordo com Dauster, o aumento do preço é justificado pelo maior conforto, qualidade do transporte e a periodicidade das linhas, além da integração aos demais meios de transporte, como metrô e BRT. “Teremos entre 165 a 170 km de trilhos em Salvador até 2017, contando com o metrô. Os corredores farão uma revolução no sistema de mobilidade da capital porque todas as pessoas poderão circular de um ponto a outro da cidade de forma muito mais fácil”, aposta.

TCU detecta sobrepreço de R$ 406 milhões em construção de base naval e estaleiro

O Tribunal de Contas da União (TCU) detectou em auditoria sigilosa sobrepreço de R$ 406 milhões na construção da Base Naval e do Estaleiro da Marinha, em Itaguaí (RJ). Tocado pela Odebrecht, investigada na Operação Lava Jato, o empreendimento integra o programa que prevê a operação, até 2025, de quatro submarinos convencionais e um de propulsão nuclear que será o primeiro a operar no Brasil. O valor a ser pago pelas obras civis já aumentou 60% desde 2008. Por ora, a empreiteira recebeu R$ 6,1 bilhões. O projeto tem como um dos mentores e espécie de supervisor o almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, considerado o "pai" do Programa Nuclear Brasileiro. Presidente da Eletronuclear até o fim do mês passado, ele pediu demissão após ser preso pela Polícia Federal, acusado de receber propina de construtoras, entre elas a Odebrecht, nas obras da Usina de Angra 3. Os indícios de que o valor da construção da Base Naval e do Estaleiro está inflado são os primeiros a surgir. A "gordura" no orçamento foi detectada após análise do TCU sobre as planilhas entregues pela Marinha. Diante da constatação, e tendo em vista a participação da Odebrecht no projeto, o tribunal decidiu fazer, em caráter de urgência, uma fiscalização conjunta com a PF, o Ministério Público Federal e a Receita Federal para apurar eventuais ilegalidades no programa. Os órgãos, envolvidos na Lava Jato, já apuram suspeitas de irregularidades no empreendimento. O valor original das obras da base naval e do estaleiro era de R$ 4,9 bilhões. Além do sobrepreço no orçamento, os auditores analisam alterações de projeto que forçaram a celebração de aditivos contratuais, elevando o preço a ser pago para R$ 7,8 bilhões. A planta e os detalhes atualmente em execução foram aprovados em 2012 pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), que atua como órgão regulador e avalia aspectos de segurança.

O programa dos submarinos ganhou corpo em 2008, graças a um acordo assinado entre Brasil e França. A negociação foi feita pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o então mandatário francês, Nicolas Sarcozy. Além do estaleiro e da base, o plano prevê a transferência de tecnologia ao País para a construção dos cinco submarinos, entre os quais o de propulsão nuclear, maior ambição dos militares brasileiros - atualmente, só seis nações operam com esse tipo de veículo militar. Após as negociações com Lula, a empresa francesa DCNS, responsável pela transferência da tecnologia, formou consórcio com a Odebrecht para projetar e desenvolver os submarinos. A empreiteira também foi contratada para a construção do estaleiro e da base naval. Não houve licitação para a escolha da parceira brasileira. A Marinha alega que não cabe a abertura de concorrência nesses casos, por causa do sigilo que, "necessariamente", reveste projetos como o dos submarinos. "Trata-se de plantas de instalações nucleares militares, envolvendo características que não podem ser objeto de divulgação pública", justifica. A Marinha sustenta que não houve participação do governo brasileiro na escolha da empreiteira. "Como as obras civis de construção do estaleiro e da base seriam realizadas no Brasil, somente uma empresa nacional poderia fazê-lo. Daí resultou a necessidade de a DCNS se associar a uma empresa brasileira de grande porte que pudesse fazê-lo. A seleção da Odebrecht como parceira na empreitada foi de livre escolha da DCNS, que, para tanto, empregou critérios próprios", assegura. A Marinha alega que, "evidentemente", pesou na suposta decisão dos franceses o fato de a Odebrecht, nos anos 1980, "ter construído a Base Naval de Mocanguê e ter participado, ainda, da construção das usinas nucleares de Angra dos Reis, além de ser reconhecida internacionalmente como capaz de executar obras civis e atividades industriais complexas". Tanto a construtora quanto a Marinha apresentaram justificativas para os preços, o que está sendo analisado pelo TCU.

Informações Adicionais