População de Capela reclama do mal cheiro e demora no abastecimento de água


Alguns populares do município de Capela do Alto Alegre, entraram em contato com a redação do VR14, reclamando da qualidade da água fornecida pela EMBASA (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) e da irregularidade no abastecimento, onde segundo informações está ficando vários dias sem cair água nas torneiras.

Segundo os relatos, devido a esse fato muitos estão deixando de usar à água que a empresa fornece, utilizando à armazenada em cisternas (reservatório de água potável).

Além disso relataram também, que quando abre o chuveiro a água cai suja e com um forte odor e segundo os populares em alguns casos sem condições de tomar banho.

Umas das internautas postou no seu perfil pessoal do Facebook reclamando sobre o fato.

 

No dia 14 de dezembro, a VR14 veiculou uma nota de esclarecimento, enviada pela a EMBASA sobre o mal cheiro da água, porém não foi relatado sobre a coloração, a sujeira e os problemas no fornecimento de água no município.

Entramos em contato com a EMBASA e estamos aguardando um posicionamento sobre esse novo fato.

Veja a nota envida pela Assessoria de Comunicação da Embasa em 14/12/2015:

Diante das recentes reclamações sobre odor desagradável na água distribuída pela empresa no Sistema Integrado de Abastecimento da região do Sisal, a Embasa esclarece que os testes realizados ao longo do sistema comprovam que a qualidade da água atende ao especificado na Portaria do Ministério da Saúde nº 2.914/11 (que disciplina sobre os critérios de potabilidade da água para abastecimento humano).

Ou seja, a água que está abastecendo os municípios de Riachão do Jacuípe, São Domingos, Nova Fátima, Capela do Alto Alegre, Pintadas, Ichu, Candeal, Gavião e Valente não oferece nenhum risco à saúde da população.

O odor foi provocado pela alteração nas características da água captada na barragem de Pedras Altas e ocorre neste período do ano devido à proliferação de algas no manancial. A Embasa está adotando todas as medidas necessárias para solucionar a situação até a próxima quarta-feira (16).

Redação: Wemisson Santos

Fotos: Reprodução Facebook

Informações Adicionais