Prefeito de Baixa Grande esclarece o motivo do atraso do pagamento de salário de professores

O Prefeito Municipal de Baixa Grande, Pedro Lima Neto vem a público informar a toda população baixa-grandense referente ao atraso do pagamento de salário de professores do mês de novembro.
 
Após a criação do Plano de carreira em 2010 no qual inseriu várias vantagens, elevando o salário de Professores, diminuiu a capacidade de pagamento.
 
Podemos perceber isso comparando o custo total de um Professor para o município que chega até 8.300,00(oito mil e trezentos reais) por mês.
 
O município já esta gastando 93% de recursos do FUNDEB arrecadado com salário dos 60% de Professores em 2015.
 
Recentemente fizemos audiência Pública com Professores, Vereadores e a comunidade local para discutir a revisão do referido plano, para que possa dar condições reais de pagamento da folha mensal.
 
Comparando a folha atual dos 209 professores que hoje é duas vezes maior do que a folha dos demais servidores que são entorno de 500 funcionários.
 
Não podemos prejudicar os demais servidores e outros serviços essências para a população (como investimentos na saúde, Educação, Agricultura, Obras e Limpeza da cidade e povoados) Além de manter funcionando os serviços sociais.
 
Vale salientar que enfrentamos no momento uma Crise Mundial e o município vem passando dificuldades por conta da seca prolongada que afeta todos os sistemas de produção.
 
Outra dificuldade da gestão é a herança de dívida de INSS deixada por prefeitos anteriores entre os anos de 1993 a 2004, que somam 144 meses, que se esses valores fossem corrigidos pelo valor atual que se paga hoje, 377 mil reais mensal de INSS, somaria mais de 54.000,000, 00 (cinquenta e quatro milhões de reais). Este montante daria para calçar toda a sede e povoados ou construir 1.700 casas populares.
 
O Município nos últimos 11 anos vem pagando esta dívida, só que de 2005 a 2012 o Município teve a prerrogativa de acumular divida com INSS e fazer parcelamentos.
 
A partir de 2013, o Município não teve as mesmas facilidades de acumular dívidas com INSS para parcelamentos.
 
Sabendo se que a atual gestão vem pagando parcelamentos deixados por todos os gestores desde 1993 a 2012.
 
Só nos últimos três anos de governo do meu mandato já pagou mais de 2.000,000, 00 (dois milhões de reais). E mais 1.160,000 00 (Um milhão e cento e sessenta mil reais) de cinco meses de salários atrasados que viraram precatórios.
 
Mais de Um milhão com pagamentos de INATIVOS que foram gerados por falta de pagamento de INSS do mesmo período.
 
Em três anos de gestão do Prefeito Pedro Lima Neto já foi pago destas dívidas deixadas por prefeitos anteriores, mais de 4.000,000 00 (Quatro Milhões de reais).
 
Quero aqui afirmar meu compromisso com todos os professores que ainda não receberam seus vencimentos de novembro, que estou empenhado na busca de solucionar o problema e esperançoso em continuar discutindo com a categoria alternativas para fazer um 2016 melhor do que 2015.
 
Com tudo isto quero afirmar para a população em Geral que estou consciente das duras perdas deixadas por gestões anteriores ou por irresponsabilidade ou por mal administração.
 
Enquanto Gestor estarei com muita humildade e sinceridade a disposição para discutir com a população estes desafios apresentados e outros que virão em 2016, mantendo se firme na luta em defesa dos direitos e equilíbrio da Administração Pública com transparência e diálogo entre os diversos setores em vista de continuar Governando Para Todos.
 
Que Deus Ilumine cada Baixagrandense com um Feliz Natal e um Ano Novo de muita paz e prosperidade.
 
PEDRO LIMA NETO
Prefeito

Informações Adicionais