Passagem do VLT será mais cara do que a dos trens do subúrbio, diz secretário do governo

A passagem do VLT que substituirá o atual sistema de trens do Subúrbio Ferroviário será mais cara do que é cobrado atualmente, afirmou o secretário da Casa Civil da Bahia, Bruno Dauster. “A passagem atual é absolutamente inexequível para qualquer sistema de transporte. Não cobre nem o custo da vigilância”, afirmou, de acordo com o jornal A Tarde. De acordo com Dauster, o aumento do preço é justificado pelo maior conforto, qualidade do transporte e a periodicidade das linhas, além da integração aos demais meios de transporte, como metrô e BRT. “Teremos entre 165 a 170 km de trilhos em Salvador até 2017, contando com o metrô. Os corredores farão uma revolução no sistema de mobilidade da capital porque todas as pessoas poderão circular de um ponto a outro da cidade de forma muito mais fácil”, aposta.

Informações Adicionais