Prefeitura faz ‘faxinaço’ contra Aedes aegypti em bairros de Salvador

A prefeitura de Salvador começa, neste fim de semana, um “faxinaço” contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, zika e da febre chikungunya. Entre as 8h e as 15h desta sexta-feira (7), sábado (8) e segunda (10), cerca de 80 profissionais da Secretaria Municipal da Saúde e da Limpurb estarão envolvidos na ação nas localidades Estrada das Barreiras, Calabetão, Jardim Santo Inácio, Arenoso, São Gonçalo do Retiro, Baixinha do Santo Antônio, Cabula, Arraial do Retiro e Santa Luzia do Lobato. Durante o mutirão de limpeza, os moradores das localidades devem colaborar com a iniciativa descartando entulhos e materiais inservíveis que podem ser colocados em frentes as suas casas para recolhimento. Os agentes também intensificarão as visitas nas casas e a vistoria de depósitos elevados como caixas d'água e calhas para identificação e eliminação de larvas dos mosquitos. Desde o início da ação, já foram visitados 15 bairros do município, recolhendo aproximadamente 210 toneladas de lixo nas localidades, além de visitar mais de 2.300 imóveis e eliminar cerca de 5 mil focos do vetor. De janeiro a agosto de 2015, a capital baiana registrou 478 casos de dengue. No mesmo período do ano passado, foram confirmadas 2.053 pessoas infectadas. A Vigilância Epidemiológica da SMS confirmou, ainda, três casos de zika vírus nos primeiros sete meses deste ano, enquanto outras 17 mil ocorrências suspeitas seguem sob análise. No caso da chikungunya, a prefeitura contabiliza quatro casos em 2015.

Informações Adicionais