Em fim: Conjunto Penal está liberado para receber novos presos


De acordo com ele, o Conjunto Penal de Feira tem atualmente cerca de 1.750 presos e após decisão da justiça, será criado um cronograma para priorizar os presos que estão nas delegacias de Feira de Santana e logo após serão recebidos os presos de outras comarcas.

Após um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado na última segunda-feira (28) pela Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (Seap) e o Ministério Público da Bahia (MP-BA),o Conjunto Penal de Feira de Santana volta a receber presos do município e de outras comarcas.

A notícia foi confirmada hoje (1º), ao programa Ronda Policial, da rádio Subaé, pelo diretor do presídio de Feira, capitão PM Allan Silva Araújo. “Recebemos uma notificação da Justiça, hoje pela manhã, e o Conjunto Penal de Feira de Santana passa a receber normalmente os presos das diversas comarcas que compõem o seu provimento; normaliza as atividades do conjunto penal após essa decisão”, informou o diretor.

De acordo com ele, o Conjunto Penal de Feira tem atualmente cerca de 1.750 presos e após decisão da justiça, será criado um cronograma para priorizar os presos que estão nas delegacias de Feira de Santana e logo após serão recebidos os presos de outras comarcas.

O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado no gabinete da Procuradoria-Geral da Justiça prevê a criação de 260 vagas no Conjunto Penal de Feira de Santana em até um ano e três meses. Segundo o acordo, deverão ser ativados os pavilhões 6 e 7 e do “minipresídio” da unidade penitenciária.

O acordo prevê ainda a utilização de scanner corporal, a ser adquirido por meio do programa do Departamento Penitenciário (Depen); início do processo de contratação de sistema de monitoramento com circuito fechado de TV e a implementação, em até 60 dias, de controle informatizado de entrada e saída de visitantes.


Central de Polícia, com informações do Ronda Policial.

Fonte- Blog Políca é Viola 

Informações Adicionais